Economia de mercado – empreendedorismo e propriedade privada

9 minutos de leitura
Economia de mercado – empreendedorismo e propriedade privada
Foto: Kasto80 | Dreamstime
Participação

A maioria dos estados no mundo moderno é baseada em uma economia capitalista. A marca registrada do capitalismo é a existência de um mercado livre.

O mercado, sem dúvida, molda o estado e a relação entre eles. Isso afeta diretamente nossas vidas. Para entender melhor a estrutura política e econômica moderna do mundo, você precisa entender o que é uma economia de mercado.

O que é uma economia de mercado?

Uma economia de mercado é um tipo de sistema econômico baseado na livre iniciativa e permitindo a propriedade privada.

A economia de mercado pressupõe o desenvolvimento do mercado em uma ordem livre com intervenção mínima das estruturas estatais. Características distintivas e a principal característica de uma economia de mercado é que diferentes entidades econômicas podem interagir livremente umas com as outras, o preço não é controlado por um jogador.

Funções do Estado em uma economia de mercado

O Estado e seu poder executivo podem interferir na vida de uma economia de mercado, mas não alteram fundamentalmente o curso dos acontecimentos.
Market economy
Foto: Bluebay2014 | Dreamstime

O poder de influência do estado na economia varia – depende da estrutura política de um determinado país, mas, em geral, o estado tem vários papéis em uma economia de mercado – proteger os direitos do produtor e do consumidor, impedir a criação de monopólios e regular a importação e exportação de mercadorias.

O papel do Estado em uma economia de mercado

A influência do Estado na economia de mercado pode ser considerada com base em três aspectos: recurso, financeiro e jurídico.

  • O aspecto do recurso é a extração e distribuição de materiais necessários para os fabricantes.
  • Financeiro – emitir dinheiro, arrecadar impostos e distribuí-los.
  • Jurídico – criando leis regulatórias, licenciando fabricantes e protegendo os direitos civis (do consumidor e do fabricante).
Títulos: classificação e variedades
Títulos: classificação e variedades
7 minutos de leitura

Se o Estado intervém demais na economia, por exemplo: estabelece uma regulação estrita de preços, detém a maior parte da capacidade de produção ou limita a propriedade privada, então tal modo de vida não pode ser considerado de mercado. Quanto mais influência o Estado tiver, menos livre será o mercado.

A tarefa do Estado em uma economia de mercado real não é suprimi-la, mas apoiá-la. Por outro lado, a total não interferência na vida do mercado pode levar ao fato de que ele começará a se desenvolver de forma caótica e ilegal.

Como o governo fornece suporte?

A principal tarefa do estado é monitorar os participantes do mercado e garantir que a concorrência seja legal e justa. O serviço antimonopólio deve impedir o surgimento de empresas que controlarão completamente alguma parte do mercado suprimindo empresas menores. O estado adota leis relevantes e monitora sua implementação.
Market economy
Foto: Dwayne Foong | Dreamstime

O estado cria uma estrutura legal para o funcionamento de uma economia de mercado e também verifica se todas as leis, regulamentos e outros requisitos são observados por produtores e consumidores.

Os serviços públicos protegem os consumidores de bens e serviços. Para isso, eles verificam a qualidade dos produtos fabricados pelas empresas e apresentam alguns requisitos para as condições em que a produção deve funcionar e quais propriedades o produto final deve ter.

Em caso de descumprimento das instruções, o Estado pode proibir a continuação da produção da empresa ou suspendê-la temporariamente. Os consumidores que compraram um produto com defeito têm o direito de substituí-lo. Em caso de recusa do fabricante, o consumidor pode recorrer ao estado para obter ajuda.

PIB – Produto Interno Bruto
PIB – Produto Interno Bruto
7 minutos de leitura

O Estado protege não apenas os consumidores, mas também os produtores de bens e serviços. Para isso, emite licenças e confirma a qualidade dos produtos, protege os direitos dos proprietários privados.

Outra forma de apoiar uma economia de mercado é através do investimento do governo. Os serviços públicos podem apoiar setores-chave da economia do país por meio de constantes injeções de dinheiro, treinamento gratuito de especialistas, etc. Graças a isso, muitas empresas continuam operando mesmo em períodos de crise. O Estado pode subsidiar usinas, fábricas e outras indústrias para que estas evitem a falência.

Regulação estatal da economia de mercado

Além das ações acima, o estado também controla o aspecto financeiro do mercado. Isso inclui a cobrança de impostos e outros pagamentos obrigatórios de produtores e consumidores, a distribuição de dinheiro, a emissão de títulos e notas bancárias e o controle sobre sua circulação. Sem isso, o funcionamento normal do mercado e, portanto, o seu desenvolvimento, é impossível.

O estado sempre controla cuidadosamente o processo de mineração, monitora o desenvolvimento de energia, infraestrutura e comunicações, sistema educacional, saúde e negócios agrícolas.

Bancos – como funcionam e como ganham?
Bancos – como funcionam e como ganham?
9 minutos de leitura

Alguns estados podem controlar completamente esses aspectos da economia devido ao fato de possuírem completamente essas indústrias, outros impõem requisitos estritos aos proprietários privados. Isto deve-se ao facto de serem setores da economia diretamente relacionados com o Estado (recursos e componente social). Essas áreas são constantemente monitoradas e submetidas a monitoramento constante.

Os bancos centrais dos países estão envolvidos na emissão de títulos e notas, que são necessários para o funcionamento normal do mercado. Além disso, o Banco Central cuida e controla o uso de moedas estrangeiras no estado e administra a moeda, o ouro e outras reservas do estado para apoiar sua economia.

Exemplos da função do estado em uma economia de mercado

O Banco Central da Federação Russa emite anualmente uma certa quantia da moeda nacional – rublos russos. Graças a isso, controla os processos de inflação e mantém a quantidade de moeda necessária para o funcionamento da economia.

Market economy
Foto: Chormail | Dreamstime

Outro exemplo é o Serviço Federal Antimonopólio da Federação Russa, que luta contra monopólios, publicidade desonesta e outros métodos ilegais de competição entre empresários. A FAS também verifica investimentos estrangeiros, conformidade com regulamentos no comércio varejista, etc.

Muitas das principais indústrias extrativas na Rússia são controladas pelo Estado, que audita empresas e aloca recursos, possui empresas ou possui uma grande participação (controladora) para tomar decisões importantes sobre o desenvolvimento futuro das indústrias. O Ministério do Desenvolvimento Econômico da Federação Russa também implementa os planos de desenvolvimento econômico que foram adotados pelo Governo da Rússia.

Prós e contras de uma economia de mercado

O mercado livre, como outros sistemas econômicos, tem suas vantagens e desvantagens. Eles estão ligados ao fato de que as relações de mercado não são reguladas centralmente, e isso é bom e ruim.

Prós

A economia de mercado tem as seguintes vantagens sobre outros modos:

O comportamento do consumidor afeta as decisões dos produtores, o que significa que a sociedade está se desenvolvendo mais na direção que a maioria da população deseja. A demanda forma a oferta, de modo que o mercado praticamente não produz bens e serviços “extras” que não encontrarão seu consumidor. Assim, os recursos disponíveis são alocados de forma mais eficiente.

Embargo – quem mais não conhece este tipo de sanções?
Embargo – quem mais não conhece este tipo de sanções?
10 minutos de leitura

A livre concorrência afeta os preços de forma positiva. Ninguém controla os preços, então eles não são artificialmente baixos ou altos. O potencial para o desenvolvimento econômico está crescendo. Ciência, educação e outros setores da economia estão se desenvolvendo mais rapidamente devido ao livre funcionamento do mercado, investimento estrangeiro e apoio do estado (mas não controle total).

O consumidor e o produtor tomam decisões independentes, então ninguém fica em minoria e não há insatisfação.

Como você pode ver, a economia de mercado tem muitas vantagens, e é por isso que a maioria dos estados modernos escolheu esse caminho de desenvolvimento.

Contra

Claro, o mercado também tem desvantagens:

Ao contrário de uma economia planejada, uma economia de mercado presta menos atenção aos setores coletivos (públicos) da economia: esportes, medicina, cultura). Períodos de desenvolvimento são seguidos por períodos de declínio. Como resultado, a instabilidade geralmente ocorre na sociedade.

Market economy
Foto: Larisa Rudenko | Dreamstime

A protecção social dos cidadãos com deficiência (pensionistas, deficientes e crianças) é transferida para o Estado, que numa economia de mercado não dispõe de tantos recursos como os proprietários privados.

Essas deficiências são típicas de qualquer estado de mercado, mas se manifestam em menor ou maior grau, dependendo do nível de desenvolvimento de uma determinada sociedade.

Sinais de uma economia de mercado

Existem várias características de uma economia de mercado:

  • liberdade de empresa;
  • intervenção governamental mínima;
  • relações livres entre entidades de negócios.

Qual ​​é o papel da competição?

A concorrência é o principal impulsionador do desenvolvimento do mercado. Os fabricantes estão competindo pelos compradores, portanto, a qualidade dos produtos está melhorando constantemente, usando processos de produção mais simplificados e tecnologia moderna. A concorrência de mercado força preços mais baixos.

Tipos de competição em uma economia de mercado

A competição se manifesta de diferentes formas: em preços, qualidade de produção, métodos de produção, uso de inovações, competição pela venda de mercadorias, etc. A escala da competição é individual (entre empreendedores), local, nacional e global (entre organizações).

Modelos de economia de mercado

A economia de mercado se desenvolve de maneiras diferentes em diferentes estados:

  • Capitalismo clássico. Típico para os estados da Europa Ocidental.
  • Modelo anglo-saxão. EUA, Reino Unido.
  • Ásia Oriental. China.

Além desses tipos de modelos, existem outros, mas os listados foram escolhidos pela maioria dos estados existentes.

Perguntas

Qual ​​é a diferença entre uma economia de mercado e uma economia de comando?

Uma economia de mercado, ao contrário de um comando planejado (centralizado), é regulada pela oferta e demanda. A posição dos players no mercado depende apenas da conjuntura do mercado (ou seja, oferta e demanda). Uma economia de mercado difere de uma economia de comando porque nela a questão do que e como produzir é decidida pelos próprios produtores.

Market economy
Foto: Oleksandr Bohza | Dreamstime

Comparação entre comando e economia de mercado

Uma economia de comando também é conhecida como economia planejada, economia planejada ou economia centralizada.

Exemplos de países com economia de mercado

Economias de mercado: EUA, Rússia, China, Alemanha, França, Canadá, México, Itália e outros. O grau de intervenção estatal nesses países é diferente, mas no cerne de cada um deles está a livre concorrência.

Quando a economia de mercado foi formada na Rússia

A economia russa correspondia anteriormente a um modelo administrativo caracterizado pela centralização de todos os processos, a presença de um regulador principal na forma de órgãos estatais, a fixação de preços por este regulador em um determinado nível e um sistema de planejamento.

O protecionismo é a política de comércio exterior de um estado de sucesso
O protecionismo é a política de comércio exterior de um estado de sucesso
15 minutos de leitura

Desde o colapso da URSS, a Rússia seguiu um caminho para a construção de um modelo econômico de mercado para levar a economia a um estado de crescimento.

O que é uma economia de mercado socialmente orientada?

Economia de mercado de orientação social é um modelo de sistema econômico organizado com base na autorregulação do mercado, no qual a coordenação de ações é realizada com base em interação nos mercados de produtores privados livres e consumidores individuais livres.

O modelo do sistema econômico sócio-mercado procede da exigência de que o estado e as empresas privadas não tenham controle total sobre a economia, mas sirvam ao povo. Nesse tipo de economia mista, assim como na economia de mercado, apenas as decisões dos consumidores, provedores de recursos e empresas privadas determinam a estrutura de alocação de recursos.

Globalização: Causas, Consequências, Problemas, Papel na Economia Mundial
Globalização: Causas, Consequências, Problemas, Papel na Economia Mundial
9 minutos de leitura

No entanto, os economicamente mais fortes são obrigados a apoiar os mais fracos. O papel do Estado é desenvolver um senso de responsabilidade mútua de todos os participantes do mercado e corrigir tendências injustas na concorrência, comércio e distribuição de renda. Este sistema era visto como uma alternativa ao sistema capitalista e socialista.

Conclusões

A economia de mercado é uma das formas possíveis da economia. Este é o modelo de desenvolvimento econômico mais comum no mundo. A maioria dos estados modernos adotou esse modo de vida.

Avaliação do artigo
0,0
0 avaliações
Avalie este artigo
Editorial team
Por favor, escreva sua opinião sobre este assunto:
avatar
  Notificações de comentários  
Notificar sobre
Contente Avalie Comentários
Participação